{ Resumão }

Eu podia explicar de umas 17 maneiras diferentes porque eu não escrevi aqui esses dias. Mas é como explicar porque eu não gosto de purê de batatas, de polenta ou de gelatina: as pessoas simplesmente não entendem.

Eu não gosto de purê porque é comida de velho. Eu ainda tenho dentes, eu quero mastigar, por favor. Uma vez que a papa está dentro da boca, eu me pergunto “engulo ou mastigo?”. A textura é de comida mastigada, mas ainda tem que mastigar mais. Ui. Mas eu como pudim. E mousse de chocolate. Porque dá pra mastigar ou deixar derreter suavemente – desculpa, não dá pra deixar o purê deslizar pela língua até a garganta.

As pessoas acham estranho, mas eu considero bastante lógico. É isso.

E, é claro, nada tem a ver com o que eu queria dizer. É impressionante a capacidade que eu tenho de sair do foco, cruzes. Como eu não escrevi aqui nos últimos dias, vou fazer um resumão pra fingir que cumpri a proposta. E só volto depois do Natal, né?

___

Em 2010, eu consegui me formar na segunda faculdade: agora sou tecnóloga em artes gráficas. Também consegui comer um panetone de meio quilo em menos de 48 horas. Ah, conquistas, conquistas.

Em 2010, tive inveja de gente livre. Eu sempre estive presa a alguma coisa: emprego, apartamento, carro, namorado. E algumas pessoas simplesmente conseguem não se prender a nada (mesmo que por um tiquinho de tempo) e chutar tudo. Acho lindo. Também tive inveja do Túlio PB, que comeu sonho do Carro dos Sonhos (sonhos de creme, nata, doce de leite, chocolate e goiabosonho!).

Em 2010, eu quase publiquei um livro. Mas ficou pro ano que vem, hahahaha!

Em 2010, eu descobri que os amigos sempre estarão lá. E outras coisas importantes, bem importantes. ;)

Em 2010 eu quis matar o vizinho, que tinha um pressurizador de água absolutamente barulhento e tinha a brilhante idéia de tomar banho às 5h40. Sério. Um dia, eu cansei dessa vida e levantei 6h pra tocar a campainha dele – diante da feição incrédula do marido, achando que meu plano não ia dar certo. Considerei que a reclamação teria muito mais efeito com a minha cara de sono, cabelo despenteado e ódio mortal. Funcionou.

E o troféu vergonha alheia de 2010 vai para… putz, isso exigiria uma revisão das fofocas do ano. Mas já que tamos aqui, vamos citar a Susana Vieira no Domingão do Faustão domingo passado. Pagar peitinho foi fichinha perto da (cof) incrível performance musical.

E o troféu me mata de orgulho de 2010 vai para todos os meus amigos que fizeram, cada um a seu jeito, conquistas memoráveis. Abrir uma loja, fechar uma loja, começar um casamento, terminar um casamento, começar uma faculdade, terminar uma faculdade (sendo melhor aluna, então, nem se fala). Entre tantas outras coisas que pessoas fazem todo o tempo, mas exigem uma coragem louca.

___

Mais um do Meme das Antigas do MaxReinert. Até o final de Dezembro, um tema – e um post – todos os dias. Se você quiser entender como funciona, clique aqui. O blog do Max tem o link de todos os que tão participando. ;)

___

Pularei os próximos dias de Meme por motivos que Liber exemplificou muito bem. Aproveitem bem o Natal, amem muito e divirtam-se.

  1. Larissa’s avatar

    Adorei o resumão! Agora, jura que foi a primeira vez que você conseguiu comer um panetone de meio quilo em menos de 48h? Eu devo ser uma troglodita, pois acho isso fichinha… rsrsrsrsrsrs!

    Bjs!

    Responder

  2. Lidiane Andrade’s avatar

    E aí, eu aqui tentando emagrecer e tu detonando um panetonão, né!!!!!
    Sei que me encaixo nos amigos que conseguiram terminar um casamento, rsrsrsrsrs Mas, ano que vem estarei na categoria “começaram uma faculdade”, hein!!!!
    beijo,Lê.
    “meuri Cristchimas”

    Responder

  3. Túlio’s avatar

    hahaah mal ae! mas fazia anos que eu nao comia sonho do carro dos sonhos mesmo. entendo a inveja.

    já tá tarde pra falar Feliz Natal, mas espero que 2011 chegue com tudo! Yes WE CAN!

    Responder

  4. Karina’s avatar

    Eu gosto das desfocadas que você dá. Normalmente elas vão direto ao ponto…
    Eu fiquei pensando como seria se fizesse uma retrospectiva como a sua, e poderia dizer que 2010 foi um ano horrível pra mim. Mas não sei se existe ano bom ou ruim. Deixa pra lá, quem sabe eu conclua essa ideia num post todo lá no Mafalda.
    Por hora, moça escritora, só queria te desejar tudo de muito bom em 2011. E que daqui um ano hajam muitos troféus, fatos marcantes e coisas interessantes pra você contar aqui, coisas de um ano bom. :-)
    Beijo e muita felicidade em drops demorados pra você!

    Responder

  5. Isa’s avatar

    Oii, Leleca!!! Tudo bem?

    Muito bacana seu post! Adoro resumos!

    Ouuuunnnnn, muito obrigada mesmo por ter me citado ali! Preciso me lembrar sempre dessa conquista aí, quando eu estiver meio down, hehe! Fico feliz por “te matar de orgulho”!

    Você também me matou de orgulho quando seu blog ganhou o Blog Books! Merecidíssimo! Também fiquei felizona ao ver as fotos do seu casamento e ao saber daquela novidade :D

    Obrigada por tudo esse ano! Vamos nos conhecer em 2011, apenas, mas mal posso esperar! E você pode achar que eu não tenho pelo que agradecer, mas suas palavras animaram muitos dos meus dias! \o/

    Felicidades mil pra você, e tudo aquilo que desejam no Ano Novo!

    Beijão da sua colega de blog e de curso!

    Responder

Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *