{ Pensando bem… }

Tem problema ter quase 30 anos e não saber o que quer ser quando crescer?

Tem dias que eu acordo achando que devia fazer alguma coisa pro mundo ser melhor. Esse é o dilema das quintas e sextas – são dois dias seguidos pra consciência pesar mais. E me dói ver que eu fico em casa olhando pra fora sem me mexer. Eu devia me lixar pro dinheiro e agregar valor no mundo, ser útil pra alguém que realmente tenha um problema – como, por exemplo, alimentar 5 filhos com um salário mínimo.

Mas segundas e quartas eu saio da cama pensando que eu devia ter um emprego – qualquer um – que pagasse um salário no final do mês. Porque ter dinheiro é importante, permite comprar coisas, faz a gente feliz e, no fim das contas, é o que todo mundo espera de pessoas crescidas com quase 30 anos. Mesmo que a gente seja infeliz o resto do mês todos pra ser feliz só no dia do pagamento.

Os dias mais bacanas são terças e sábados, quando eu acho que posso fazer fortuna escrevendo, que é uma coisa que eu realmente gosto de fazer. Nesses dias, eu acordo com um otimismo incurável e um bom humor irritante, acreditando que o que importa mesmo é o que te faz feliz – e, sim, você será (muito bem) reconhecido financeiramente por isso.

E aos domingos… depende. Em alguns eu decido virar vendedora de brigadeiro, em outros eu resolvo fazer curso de corte e costura. Às vezes eu penso em ser cabeleireira, em ter uma empresa de convites e, eventualmente, penso em me associar ao tráfico – de alfajores, de tequilas ou de loiras pernudas. Por que se eu posso fazer fortuna escrevendo, por que não faria fortuna trazendo loiras do leste europeu pra revender no Brasil?

E quase todos os dias, assim como @danibaum, eu queria ser pianista.

  1. Isabella’s avatar

    Acredito que esse seja um dos grandes desafios da humanidade: descobrir o que ser “quando crescer”. Também vivo pensando em ser outra coisa ao invés do que tenho feito ultimamente, mas será que dá certo?
    Talvez, se a gente gostar muito, né.
    Boa sorte na sua procura ;)
    Beijos!

    Responder

  2. 3illie’s avatar

    ah, eu compro uma loira. A minha, depois que terminou a garantia, estragou e nao tenho como devolver.

    Responder

    1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

      tsk tsk tsk, sua mãe não disse pra cuidar direito das suas coisas, moço 3illie? ;D

      Responder

    2. lidiane’s avatar

      SE pensar por um lado tu já jornalista e artista gráfica….Já são duas coisas….

      Responder

    3. Tati Reis’s avatar

      E hoje e terça!!! O q significa que vc acordou feliz!!!! Bom humor irritante!!

      Responder

    4. Maria Rê’s avatar

      É uma sensação estranha ler um texto que poderia ter saído dos seus próprios dedos.

      Bom por saber que se pode compartilhar a dúvida. Mas também parece que multiplica a agonia.

      Preciso aprender a fazer essa escala semanal e me preocupar com uma coisa só por dia. =)

      Responder

      1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

        Maria Rê, me dá um calorzinho no peito saber que mais alguém tá perdido, hehehehe! Vamos abrir uma empresa de bolo de maracujá? :D

        Responder

Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *