{ Em cima, embaixo, puxa e vai }

Deve ser difícil ser fã nos dias atuais.

Quando eu era adolescente, havia o surto histérico dos meninos do vôlei – a seleção brasileira masculina de vôlei, campeã olímpica em 1992. Era um tal de Giovane pra lá, Maurício pra cá, com a adolescência enlouquecida tentando conseguir de tudo sobre os caras. Mas não havia tanto material. Sem internet e sem revistas de fofoca, tudo o que você sabia é que, bem, os caras existiam (pelo menos eu acho que existiam).

Eu cometi lá as minhas vergonhas adolescentes. Comprei o livro do Zé Roberto, técnico da equipe. Pior: eu mandei um cartão pro Marcelo Negrão. É, eu sei, eu sei. Deve ter alguma coisa a ver com hormônios (como se já não bastassem as espinhas). E foi só.

Hoje, para ser um bom fã, é preciso acompanhar blog, twitter, orkut, facebook, myspace e, se der tempo, mandar umas mensagens de eu-te-amo-você-é-o-ovo-da-minha-marmita. Defender os caras em comunidades eu-odeio-essa-banda, fazer campanha na internet e criar um nome de usuário que exprima todo o seu amor (e que seja inédito).  Se o ídolo for internacional, todo esse empenho será multiplicado pelas horas despendidas em tradutores online.

Até seu objeto de amor idílico enlouquecer e distribuir guarda-chuvadas em fotógrafos. Ou o galã desfilar com o relógio caríssimo dado pelo novo namorado. Ou o jogador ser acusado de matar alguém.

São tempos difíceis pra quem só quer dar amor.

____

Dúvida 1: se eu quisesse fazer uma carta de sete quilômetros cheia de marca de beijo com batom de todas as cores, eu teria o número de uma caixa postal pra enviar?

____

Dúvida 2: alguém ainda canta o ai-aiaiai-em-cima-embaixo-puxa-e-vai?

  1. JulioHM’s avatar

    Use o “Banner” para imprimir uma folha contínua de beijos matriciais — lembra? :D

    Responder

    1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

      Eu não lembro de nada, não é do meu tempo! Hahahahaha!
      (eu sei que é feio mentir, mas abstrai!)

      Responder

    2. Carola’s avatar

      Hahaha! Tbém já fiz das minhas, mas nunca mandei cartas de beijos graças à Deus! Gente, o Banner era ótimo pra fazer aqueles cartõeszinhos de formulário contínuo, e dobrar a folha em 4! E a borda de formiguinhas?!? Inesquecível!! Hahahahaha!

      Acho que se eu fosse famosa, seria complicado… se me pegassem num dia de TPM eu desferiria guardachuvadas com toda certeza! Perderia fãs diáriamente! hahahahahah!

      Responder

      1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

        Ah, a borda de formiguinhas era minha preferida! *_*

        Responder

      2. sandra’s avatar

        hahaha.. muito bom.. ai-aiaiai-em-cima-embaixo-puxa-e-vai… ahhhh eu cantei.. rsrs.. só pra constar: mandei cartinha pro Mauricio do Volei kkkkk e o pior, ele respondeu.. kkkkkkkkkkkkk… adorava!!! poxa vida.. atestado de velhice confessar essas coisas, mas cá entre nós.. era mais divertido do que seguir no twiter, facebook, blog, etc, etc… assistia o “Programa Livre” do Serginho no SBT pra estar por dentro do que rolava… kkkk
        Muito bom… Simplesmete AMO teus textos, ótimos, me fazem rir, recordar, sentir saudades das amigas que não vejo tem uma cara… enfim..
        Parabéns de novo, perfeito post!

        Responder

        1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

          Pôôôô, o Maurício respondeu sua cartinha? E garanto que ele recebia muito mais que o Marcelo Negrão. Humpf.

          Brigada, San!

          Responder

        2. Tati Reis’s avatar

          Cantei muito ai-aiaiai nos jogos de educação física…
          Provavelmente hoje em dia teria uma versão mais nasty, tipo: ai- aiaiai, em cima, embaixo, puxa, dá uma reboladinha, ordinária, e vai gostoso e fundo, Brasil! hahahahahaha

          Responder

          1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

            Segundo o google, o Gera Samba surgiu em 92. Tá bom, mas só fez sucesso em 95. Não era assim tão distante… hehehehe!

            Responder

          2. Francine Medeiros’s avatar

            Olá, também cantei aiaiai, em cima, embaixo…lalala…hahaha…graças a Deus não cheguei a mandar cartinhas!Hoje é mais complicado ser fã, com certeza, mas….nem perco my precious time!
            Adorei o blog, os posts são demais!
            Quem me indicou o blog foi a Sil Bujokas….figuraa..

            Parabéns, mesmo!

            Responder

            1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

              Brigada, Francine! Apareça sempre!
              A Sil é uma figurinha mesmo. Ainda mais agora que existe uma mini-Sil! Hahahaha!

              Responder

            2. Sil’s avatar

              Eu cantei aiaiai, mandei cartinha (mas não foi para nenhum menino do volei) e concordo que ser fã era mais fácil. Pelo menos a gente não ficava sabendo das coisas sórdidas que aconteciam…

              Responder

              1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

                Ah, agora fiquei curiosa: mandou cartinha pra quem?

                Responder

              2. Isa’s avatar

                Há ídolos que merecem nossas horas perdidas para provar o que sentimos, mas tudo acaba quando pedaços macabros da vida pessoal de alguém são expostos pra todo mundo ler. Infelizmente, nem todo mundo é tão bom que não seja capaz de atos horrendos.
                Para personalidades definitivamente boas e inocentes, a nossa admiração!
                Mais um texto ótimo, Le!!! Que causa impacto com uma frase e faz tudo o que foi escrito antes ter ainda mais sentido! :D
                Beijão!

                Responder

                1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

                  Brigada, Isa! Ainda bem que eu não sou flamenguista nem fã do Mel Gibson, hehehehe! Beijão!

                  Responder

                2. Clare’s avatar

                  Vc por acaso foi com o Dynamis na excursão pra SP qdo assistimos a um jogo da seleção de vôlei jogar no Ibirapuera?? Época do Marcelo Negrão! E até onde me lembro, vc não tinha espinhas!

                  Responder

                  1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

                    Mas claro que fui! Tenho várias fotos dessa viagem com você, aliás! Hahahaha! Eu guardei durante muito tempo a camiseta que a gente ganhou pra ficar na torcida da Coca-Cola!

                    Espinhas: abafemos o caso. Hahahahaha!

                    Responder

                  2. Lidiane andrade’s avatar

                    E quem é vivo, sempre aparece, não é mesmo, Lecs?
                    Eu era doente por Sandy e Junior, comprava tudo que podia sobre a dupla, até que um dia, dei tudo a uma fã recém-chegada a esse mundinho, porque eu já não gostava mais tanto assim da dupla, meu instinto fã se fora… e eu percebi que ainda gostava deles, mas que não precisava despender todo aquele dinheiro em caras econtigo pra mostrar que gostava. Foi terr´pivel descobrir que gastei tanto em vão….

                    Responder

                    1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

                      Ah, não foi em vão. Você se divertiu na época, não foi?
                      E, no final, é isso mesmo que importa: diversão! \o/

                      Responder

                    2. Alexandre’s avatar

                      quem é o autor original de : em cima em baixo e puxa e vai….aiaiaaiai

                      Responder

                      1. Letícia’s avatar

                        Olha… taí uma boa pergunta!

                        Responder

Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *