{ Achando seu amor no supermercado }

Porque não tá fácil pra ninguém.

Observar um pretendente no mercado é quase como revirar o lixo dele. Dá pra sacar muitas coisas sobre o hábito do escolhido, sem o inconveniente do mau cheiro (quer dizer, depende do pretendente).

Para reconhecer um bom partido, procure por cervejas/vinhos (em quantidade normal) e ingredientes gourmet, o que quer dizer que ele cozinha (e isso é sempre bom). Mas também pode realizar que o gajo é gay. Se ele estiver penteado e bem vestido, esqueça. Caras com muitas caixas de congelados provavelmente são sozinhos e podem valer o investimento – mas esteja certa de ter a grana do táxi caso ele decida que você deve virar uma pizza às 2h da manhã.

Absorvente higiênico no carrinho anuncia que o moço é comprometido – e muito comprometido, porque carece uma tal intimidade pra comprar absorvente pra alguém, cruzes. Se existirem dois pacotes diferentes, um noturno e um diurno, por exemplo, é porque a mulher manda nessa relação. Ou ele está acompanhado e você não notou: atente para a aparição de uma esposa em fúria, surgida do corredor de enlatados, armada com uma lata de feijoada e pronta para agressão. Hidratantes, demaquilantes, maquiagens e afins também são perigosos – se o pretendente não for casado, pode querer usar sua calcinha fio dental (só por diversão, arram).

Se houver muitos produtos marca própria, como o molho de tomate Mercadorama ou o papel higiênico Extra, esteja certa que você terá de dividir o preço do motel. Itens de higiene pessoal são sempre um bom sinal, afinal, moço limpinho foi bem educado pela mamãe. Finalizadores de penteado, géis e muitos produtos para o cabelo podem indicar um narcisismo não desejado – na hora da cantada, não adianta dizer que ele é bonito: ele vai dizer que já sabe.

A abordagem, aliás, é ponto importante. Dá pra engatar uma conversa em volta da banca de mangas, na seção de vinhos e até no corredor de amaciante e sabão em pó. Não são recomendadas as áreas próximas à peixaria – o moço sempre pode achar que o cheiro é seu.

E não procure um corredor “amor”. Você não vai achar. Camisinhas e lubrificantes, por sua vez, ficam logo ali, perto dos cotonetes. Esqueça que é sábado à noite e vá ao mercado.

ilustração: Chantal Wagner Kornin

  1. lidiane andrade’s avatar

    ok, ok, fica a lição aprendia, vai quye um dia eu preciso por em pratica, né? rsrsrsrrsrs mas eu tou mesmo muito assanhada, né?

    Responder

  2. Marina’s avatar

    Então, eu fui no mercado depois de ler seu texto ontem a noite, por acaso mesmo, mas daí reparei né que só tinha uns caras malas comprando bebida pra balada, aquele tipinho que anda com uma tarja na testa “não presto”, sabe? Acho que talvez não seja o horário certo. Tentarei novamente em um dia de semana…. hahahahahaha
    Beijo Lindona, vou tirar foto do album mostruario que ficou lindão, vocês precisam ver!!! Gigante!!

    Responder

  3. Tati Reis’s avatar

    Com certeza teria molho de tomate do Extra no meu carrinho!!!

    Responder

  4. Isa’s avatar

    Hahaha, começarei a observar o carrinho desses moços!
    E o bom é que dá pra colocar toda essa análise em prática em vários estabelecimentos!
    Afinal, concordo com você, não tá fácil pra ninguém!
    Lindos desenhos da Chan :D
    Beijos!

    Responder

  5. lidiane andrade’s avatar

    eu querias esse do desenho, pode ser ou tá difícil….?

    Responder

  6. Dani’s avatar

    Oi Le! Já tinha vindo antes, mas esqueci de comentar… realmente adorei seu blog, seus textos são ótimos, uma delícia de ler!

    Bjos

    Responder

  7. Anderder BRUTUS’s avatar

    Isso se dá na cena “Mulher procura homem” .. e na cena “Homem procura mulher”??? Como seria?

    =)

    Responder

  8. SiRE!’s avatar

    Tambem gostaria de saber como seria o “Homem procura mulher”! Muito boas as ilustrações.

    Cheers!

    Responder

  9. SiRE!’s avatar

    Como seria o carrinho de um nerd?

    Responder

    1. Letícia Simoni Junqueira’s avatar

      Lidiane, se não tá fácil pra gente, imagina a classe média…

      Dani, brigada! :D

      Anderder, vou pensar a respeito. Mas mulheres não fazem o menor sentido, você sabe. Hehehehe.

      SiRE!, teria aquilo que você costuma comprar, ué! Hahahahahahahaha!

      Responder

    2. Carola’s avatar

      Putz, no “Homem procura mulher” eu tou ferrada! Geralmente vou ao mercado com minha filha, que não pára quieta e não me deixa nem pensar direito, se eu não faço lista de compras esqueço mais da metade das coisas… além de estar no melhor estilo mãe: meio descabelada, alguma sujeira na roupa que a minha “anjinha” provocou, olhar perdido no “será que o limite do cartão vai dar?” ou “eu tou esquecendo alguma coisa…” Cara, vou morrer “moderna”! Hahahahahaha! Ótima análise, vou me esforçar pra tentar praticar, na medida do possível! :D

      Responder

    3. vanessa’s avatar

      hahahahaha auto-links são simpáticos se o conteúdo for divertido! eu sou a rainha da análise da tralha alheia, mas nunca vejo moços bonitos o suficiente no supermercado. daí minha incredulidade de arrumar marido assim. acho que é caso de mudar de supermercado. no dia em que eu vir um homem bonito no mercadorama, o mundo implode!

      o negócio é comprar no festval! hahahahahaha

      Responder

Reply to Anderder BRUTUS Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *