{ 96 calorias }

Peço um café e um brigadeiro. As pessoas em volta olham. Cochicham.

Ser gordo no Rio de Janeiro sarado e malhado é pedir para ser cuspido na rua. Ser gordo e audacioso a ponto de pedir um doce na frente de todo mundo é pedir para ser cuspido e chutado. E não faz diferença se você precisa perder cinco ou cinquenta quilos. Você é gordo.

E não sei se te contaram, mas cada vez que um gordo come um brigadeiro, morre uma fadinha. E não importa que ele não coma há três dias. Não importa que o doce esteja previsto na dieta. Não faz absolutamente a menor diferença se o gordo acordou com vontade.

É o que eles querem que você pense. E você pensa.

Fiz minha primeira dieta aos 14 anos. Deixei de comer comida e passei a comer calorias – ou não-calorias, como as dos refrigerantes diet que eu tomava compulsivamente. Depois disso, já comi pontos, bolinhas, porções. E continuo na saga. Para todo o sempre. Cansa, sabe?

Tomo meu café e como meu brigadeiro. Uma menina comendo salada me encarou sem parar por uns três minutos. De verdade.

Gordos e fumantes, os maiores criminosos do século XXI.

___

Sempre que eu assisto a essa propaganda do Subway, eu sinto a babaquice se espalhando pelo universo. Se sua namorada termina com você por causa da sua barriga, ela provavelmente coloca veneno na sua comida pra ficar com a sua fortuna. É o tipo da coisa que não compensa.

  1. Marcos Guinoza’s avatar

    Odeio quem julga os outros pela aparência. E o pior eh que isso está se tornando cada vez mais comum.

    Responder

  2. Marina’s avatar

    E pior ainda é quando você vai na endócrino, ela te pesa, te olha, sabe que vc tem historico de gordinhos na familia, que anda stressada, comendo desorientadamente, aí diz “não vou te dar remédio porque quando você precisar mesmo pode não funcionar”. Traduzindo: você ainda vai ser obesa. Show!

    Responder

  3. Priscila’s avatar

    Fantástico o seu texto!!! Sentia o MESMO quando morei no Rio…
    Mas quanto ao endocrino, por isso amo o meu: ele disse p/ eu considerar
    uma lipo!!! Ou seja, vc eh assim, mas uma lipo pode te ajudar!!!

    Responder

  4. bibi’s avatar

    Gente o pior não eh ser gordo e sim ter cada vez mais gente magra….. Hj quem pesa 60 não tem mais sobre peso, eh obeso e acima disso vc eh um sem vergonha que vai morrer de ataque cardiaco pq merece… Deus por favor engorde as modelos pq emagrecer tah foda….

    Responder

  5. Olívia’s avatar

    Nossa, quando eu crescer quero escrever tão bem quanto você! Hahaha, concordo com todos os outros comentários, esse tal julgamento que as pessoas fazem a partir do seu físico é tão ridiculo como dizer que Restart realmente faz músicas de verdade.

    Responder

  6. caso me esqueçam’s avatar

    tambem, o que mais a gente pode esperar? se uma propaganda dessas diz “olha, largue seu namorado se ele tiver uma barriga saliente”, eh de se esperar que voce seja fuzilada pelos outros pelo simples fato de pedir um brigadeiro. credo. isso da medo!

    Responder

  7. caso me esqueçam’s avatar

    “Deus por favor engorde as modelos pq emagrecer tah foda….” hahahahaha

    Responder

  8. Gi’s avatar

    Eu acho que a menina queria era comer brigadeiro e estava morrendo de raiva por não ter coragem…

    Beijos

    Responder

  9. karla’s avatar

    eu me lembro da época das bolinhas! imagina pontos! só vc para ficar fazendo toda esta contabilidade por causa de uns quilinhos a mais… haha! bjs mil, florzinha! :)

    Responder

  10. Lidiane Andrade’s avatar

    What can I say? Gordinhos em ação! beijo, lecs

    Responder

  11. Patty’s avatar

    o pior é engordar e nem ter brigadeiro pra comer… :( leleca, manda pra mim por sedex?

    Responder

  12. Patricia Scarpin’s avatar

    Muito nojinho dessa propaganda do Subway – adorei o teu texto.

    Responder

  13. amanda’s avatar

    te garanto: não é so o rio de janeiro que é assim. moro no interior do paraná (cidade pequena, minuscula) e essa síndrome do “seja saudavel em publico” tambem contaminou todo mundo.

    o final do texto é perfeito.
    essa propaganda da subway só nao é pior que o famigerado outdoor da runner (“seja baleia ou sereia”, alguem lembra?)

    :)

    Responder

  14. Ana’s avatar

    Putz, to ferrada. Faço parte das duas categorias de criminosos do século XXI. Mas pelo menos, quando tomo um café e como um daqueles doces enormes e cheios de chantily e tal, coloco adoçante no café, pq todos sabemos que açúcar faz mto mal.

    Responder

  15. Lidiane Andrade’s avatar

    cha-tice virou livro!!! Viva!!!!!

    Responder

  16. Helô’s avatar

    Ei, Letícia, parabéns pelo prêmio BlogBooks!! Que delícia! Beijo
    Helô

    Responder

  17. Dani’s avatar

    ótimo texto! E sou dessas que tb pedem um brigadeiro e um café… brigadeiro uma das coisas que mais amo na vida…

    Agora vamos ao que interessa…. Parabéns menina! Quero cha-tice na minha cabeceira. Você escreve muito bem e merece!

    Bjão

    Responder

  18. Carola’s avatar

    Bom, aqui em Curitiba eu geramente peço um capuccino médio e um quindim, e assim ó, caguei pra quem tá olhando! Desde que meu quindim lindinho e amarelinho e cheio de calorias não caia no chão com tantos olhares, por mim, tou nem aí. E eu faria isso bem de boa aí no Rio tbém, certeza! :D

    Responder

  19. Tati Reis’s avatar

    Vc comeu bolinhas, pontos e sopa!!! hahaha E tudo por ter comido 2 números do Mc!!!

    Responder

  20. Sergio’s avatar

    HUAHUAHUAHAUHAUHAHAUHUA maravilhoso o seu texto. Sinto o mesmo em todos os lugares que eu vou. Eu sou um criminoso! “Noooossssaaaa voce vai comer isso?” hahahaha! Foda-se como o que quiser.

    Responder

  21. Isa’s avatar

    Mania que as pessoas têm em se meter com a vida alheia, né.
    E daí se você tá comendo um brigadeiro porque tem vontade?
    Infelizmente, é horrível ser julgado e encarado por 3 minutos, mas se você tá feliz com seu almoço calórico, ótimo :)
    Nunca fui pro Rio, mas imagino como deve ser…

    Gostei do texto, Le!
    Beijão!! =****

    Responder

  22. Norma’s avatar

    hahahahahah morre uma fadinha foi ótimo.

    meu namorado é obsessivo com peso e calorias e barriga. não conheço ninguém que tenha tão pouca gordura sobre os ossos. Eu sou ex-gordinha – não foi fruto de um super esforço, mas eu gostei quando aconteceu – então para mim ele é esquelético. Quando ele aparece falando de calorias e de secar a já inexistente barriga dele, e eu só queria tomar um sorvete, sinto um brochar gigantesco na alma.

    Responder

  23. Cecília M.’s avatar

    Minha filha, ser gordo é para os fortes.

    Responder

  24. Ana’s avatar

    Eu já me importei mais. Hoje cheguei nos 100kg e controlo minha alimentação da porta de casa pra dentro. Se me propus a comer na rua, vai ser o que eu quiser, e se eu pegar alguém encarando “a gorda” de forma incômoda, sou capaz de oferecer um pedaço. Mas nem paro pra observar. Ao contrário dos caga-regra de praça de alimentação, to ocupada demais com a minha vida pra ficar botando reparo se tem alguém me recriminando…

    Responder

    1. Letícia’s avatar

      Ana, eu nunca pensei em oferecer um pedaço. Acho que seria uma bela maneira de fazer o amiguinho perceber que está sendo ridículo. :)

      Responder

Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *