{ Cadê a graça? }

O Orkut está na moda. Mas não sei nem como defini-lo. Basicamente um lugar na internet onde você mostra sua rede de amigos, vê os amigos dos outros, conhece umas pessoas e faz parte de grupos que discutem os mais variados temas, desde o fato do chocolate branco não ser chocolate até à extinção do mico-leão dourado e a situação no Iraque.

(pra ser sincera, nunca vi nenhum grupo que discuta os dois últimos assuntos, mas há de haver.)

Eu estou no Orkut, até participo de alguns grupos e tal, mas juro que ainda não peguei o espírito da coisa. Afinal, tou pouco me fodendo se o cachorro de Fulano foi atropelado quando ele tinha 5 anos ou se a Peposa era o sonho de consumo de Sicrana!

Claro, hão de dizer que a culpa é minha se faço parte de uma comunidade chamada “Traumas de Infância”. Tá, isso lá é verdade. Mas também pouco me importa a opinião de um ou outro desconhecido sobre qualquer tema aleatório que provavelmente não me diz respeito!

Sem falar que recebo várias mensagens de pessoas que não conheço e não passam de forwards! Ou seja, insatisfeita em lotar caixas postais com correntes sem graça e spams mil, a humanidade resolveu adotar uma nova maneira de enviar e receber lixo na internet!

Argh!

Tou ficando ranzinza.

Me empresta um Prozac?

Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *