{ O problema era que… }

… os olhos dela insistiam em brilhar. Mesmo sabendo que ele nunca deixaria de ser o que é. O problema era que ela o queria assim. O problema era que ela só tinha dúvidas e dúvidas e dúvidas e ela não sabia o que queria. Mas o olho dela sabia.

O problema era que o mundo parecia tão pequeno para abrigá-la e, ao mesmo tempo, tão grande para ser percorrido. O problema era que a vida parecia curta demais para ser desperdiçada. O problema era que o olho insistia em brilhar.

O problema era que ela queria o impossível. O problema era que a impossibilidade de fazer tudo ao mesmo tempo agora dava nela o maior tesão. E que a impossibilidade de resolver toda essa confusão a deixava maluca. Mas o olho dela brilhava só de pensar.

O problema era que o olho brilhava. Talvez isso só fosse se resolver quando o olho fechasse de vez.

Por que diabos eles insistem em brilhar?

Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *