abril 2008

You are currently browsing the monthly archive for abril 2008.

{ Lista }

Eu preciso parar de catar os cabelos que me caem. Porque é trabalho perdido, tantos são os fios. Muitos mais do que eu deixei pela sua casa. Eu tenho que comprar sal grosso, aos montes, porque agora parece que clonaram meu cartão de crédito. Mas sem me lembrar do sal no copo com incenso em cima da sua estante. E eu devia começar a fumar, porque roer as unhas é feio e eu já não sei mais o que fazer com a ansiedade. Já não posso ver você fumando na sacada, nem perdendo o cinzeiro pelos cômodos.

Tenho que comprar roupas novas, porque o frio vai começar e eu não sei se você vai me esquentar. Eu devia te perguntar isso e mais um grande balde de questões, mas a gente não conversa há quatro dias. E eu não sei quanto tempo é necessário pra considerar isso um desaparecimento, embora a polícia exija 48 horas.

Eu preciso carregar meu celular com créditos. Tanto faz, não consigo mesmo mandar mensagens pra você. E prometi não ligar pra ver se está tudo bem. Eu preciso ir ao mercado. E olhar pro Haggen-Dazs com ar blasé.

Eu tenho que continuar carregando meu nome, todo dia, a cada segundo, que é o mesmo da inominável. E é pesado. Eu devia escovar a gata, sem me imaginar te descabelando. Preciso ler jornal e não achar que aquela notícia interessaria a você.

Tenho que lavar a louça. Antes que comece a feder, como você costuma dizer. Na verdade, eu devia parar com isso tudo e ler minha Piauí que chegou hoje. Aquela revista que você achou enorme e sentou em cima pra não voar na moto. E eu preciso parar de pensar em você, porque isso definitivamente não ajuda.

Eu preciso tanta coisa, mas é difícil ser triste quando se leva a alegria no nome.

O que você devia fazer?