{ Não me deixem só }

Eu não quero morar sozinha. Nananinanão. Não quero não ter pra quem dar bom dia. Desde criança, nem um quarto só pra mim eu tive. Hoje tenho meu quarto e minha cama, mas não sei ser só. Eu não sei viver sem ninguém.

Sempre será minha vez de ir ao mercado e fazer café. Nunca mais vou comprar melão, porque ele sempre vai estragar. Vou ter que passar a pedir pizza brotinho. Ninguém vai me ajudar a escolher roupa, amarrar os lacinhos da minha blusa ou fechar meu zíper. Se eu quiser falar com alguém, terei que usar o telefone.

Quando eu for comprar alguma guloseima, nunca mais vou levar mais uma pra minha irmã. Eu não vou mais precisar dizer que eu não gosto de pizza portuguesa. E não vou ter pra quem contar o que aconteceu no escritório ou na faculdade. Não vou poder gritar com ninguém quando estiver com raiva.

E as plantas da casa vão morrer, porque eu não sei cuidar delas. Nunca vai ter ninguém falando pela casa. Vamos ser sempre eu, o barulho da televisão e a internet. E os miados da Liz. Sempre tomar café e almoçar sozinha.

Nunca mais vou ligar pra casa pra saber se minha irmã já comprou pão. Meu celular vai continuar tocando, mas eu não vou mais ver o escrito “Casa” no visor. Ninguém vai me dizer pra comprar ração e eu não vou poder discutir que não vai dar tempo.

Quando eu for dormir, simplesmente vou apagar todas as luzes e ir pro quarto. E ninguém em casa vai dizer “boa noite”. Minha irmã não vai mais esfregar a barriga da minha gata na minha cara dizendo “olha como ela é gostosa”.

Eu não quero ficar sozinha. Mas vou.

O que será ser só?

Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *